De objectiva a tiracolo

Fantasmas do botânico (dupla exposição; modelo: André Barros)

AnfiBIO

Rosácea (modelo: Anthony Pascoalinho)

Neverland (modelo: Marvin Oliveira)

Rapaz anatómico

A menina do pôr do Sol

Fogo de conselho

Vasto império

Postal do Porto

Da saudade

Cabra fantasma (dupla exposição)

Quase ao pé de Deus

(D)as tardes cinzentas

First row to the rainbow

Marmórias

Tremelucência (dedicado à Vânia)

Ao reduzir as fotos para as colocar aqui perderam alguma nitidez, nomeadamente as três paisagens. Mas pronto, para ver melhor, fossem à exposição =P

SOS Estudante

“Neste pequeno filme pretende chamar-se a atenção para a existência de estudantes com problemas, e a consequente necessidade de os apoiar. Aqui, um estudante com problemas de estudo recusa um convite para sair com os colegas, mas mesmo assim acaba por não conseguir realizar o seu estudo convenientemente, desesperando. É então que decide recorrer à ajuda da SOS-Estudante. Um pequeno exemplo no meio de muitos outros casos. Produzido por Anthony Pascoalinho, no âmbito da Unidade Curricular de Produção Vídeo II, e utilizado neste Podcast no âmbito da Unidade Curricular de Hipertexto, ambas da Licenciatura em Multimédia do Instituto Superior Miguel Torga.”

Anthony Pascoalinho

De objectiva a tiracolo

Em exposição até 12 de Março, no Instituto Universitário Justiça e Paz.

Estão todos convidados!

Santa Clara

No outro dia fui ao mosteiro de Santa Clara com a Ana, a Vânia e o Tony. Para quem não o conhece, o Tony é este bicho aqui:

FOTO-SUTRA?

Como revela a foto, levámos máquinas fotográficas. Daí, deduz-se também que tirámos fotos. Eis duas, então:

Nos dias em que é de borla, recomendo a visita!

Cantar de estudante

1º festival Cantar de Estudante, em Dezembro 2009, organizado pela Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra. No vídeo, a música que emprestou o nome ao festival. Parabéns TMUC!

Prometido é devido

No post d’O Pioneiro de Bolonha, contraí uma dívida para com a Ni, que consistia em deixar aqui um poema de agradecimento. Vim agora pagar a dívida, não numa de “que raio, detesto dever coisas” mas antes, numa de “ =) ”. És bué fixe, Ni!

Publicado em Posts de jeito. Etiquetas: , , , , . 1 Comment »

Divagar

Hoje li uma pequena obra literária genial que, por ser genial, me fez pensar e me levou a reflectir sobre a minha vida. Apercebi-me (já há muito, aliás) que o mundo funciona de uma maneira tal que nos deixamos perder tantas coisas, tantas partes de nós que julgaríamos essenciais quando as tínhamos, e conseguimos continuar a ser felizes. E, no fundo, se podemos ser felizes, não interessa realmente se as perdemos ou não. Embora seja sempre uma perda, dê por onde der.

(amanhã é a partida do Flávio, e eu vou obviamente estar lá. …ainda não fiz a minha. Será que alguma vez a farei?)

(descobri que o Nelson resolveu, quase com Direito no fim, tirar outro curso diferente do qual gosta mais. Mudou de vida e acho que invejo isso. Não porque queira ou precise de mudar também, estou muito bem como estou, mas porque é algo de que, se eu o tivesse feito, decerto me gabaria.)

(sinto falta de escrever da maneira que escrevia antes.)