A história da magnífica lasanha entornada sem fim

Pois, pelos vistos esqueci-me. E agora não me apetece exactamente contar a história da magnífica lasanha entornada sem fim, já que percebi que é daquelas coisas com piada no momento e já lá vão uns dias valentes, com a agravante de não ter tirado fotos. Assim, decidi que não vou contar a história da magnífica lasanha entornada sem fim coisa nenhuma. Azar o vosso.

Não desesperem no entanto, que ainda falta contar o porquê de me auto-intitular o Pioneiro de Bolonha. Para a próxima, claro.

Até lá, se eu não me esquecer.

¡Exclamación!

Um amigo deixou-me um link no messenger para um vídeo no youtube, dizendo: “talvez para um artigo cómico no teu blog, ou assim”.

?

¡Pois é! Eu tenho um blog!

Ok, pronto. Não é que eu não soubesse que tenho um blog, mas a bem dizer estivemos tanto tempo sem ter conteúdo nenhum a colocar aqui, que se formou um vazio estranho de romper, do tipo, no outro dia aconteceu uma coisa gira que eu até pensei em vir aqui contar, mas depois os leitores iam ficar [delírio] todos contentes [/delírio] à espera de ver coisas novas apenas para ficar desapontados outra vez quando novo inevitável hiato se instalasse logo de seguida… Então nem tive coragem.

Mas o dito amigo chamou-me à razão. Os 3 da 6 mais 1, que neste momento somos eu, não podem deixar as hordes de seguidores do blog à espera indefinidamente, e por isso vim cá escrever isto para que o saibam. Planeei também não despejar tudo de uma vez, para evitar o dito hiato. Assim, em vez de vos contar tudo hoje fica para depois de amanhã a história da magnífica lasanha entornada sem fim, e no dia depois do seguinte a esse, o porquê do meu mais recente título “O pioneiro de Bolonha”.

Até lá, se eu não me esquecer.

Publicado em Geral. Etiquetas: , , . 1 Comment »